X

Conchita confirma rompimento com Pliskova e fãs pedem volta com Muguruza

Sexta, 08 de novembro 2019 às 13:15:00 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Nesta quinta-feira, a espanhola Conchita Martinez, campeã de Wimbledon em 1994, revelou a seus seguidores que não seguirá como treinadora da tcheca Karolina Pliskova na próxima temporada e passou a receber pedidos para que volte a trabalhar com Garbiñe Muguruza.



Ex-top 3 do ranking mundial e ex-capitã espanhola da Copa Davis e Fed Cup, Conchita iniciou os trabalhos com a tcheca na pré-temporada em 2019 e levou a pupila de volta ao posto de vice-líder da WTA. Juntas conquistaram quatro títulos WTA em Brisbane, na Austrália, Roma, na Itália, Eastbourne, na Inglaterra, e Zhengzhou, na China. Além de jogarem a final do WTA Premier de Miami.

"Apenas uma informação pequena para vocês: Karolina e eu decidimos pegar caminhos diferentes no próximo ano. Foi um ano incrível cheio de grandes momentos e emoções. Desejo a Kaja [apelido da tenista] e sua equipe o melhor no futuro", escreveu Martinez no Twitter.

Não demorou muito tempo, e os fãs, principalmente espanhóis, enviaram respostas pedindo que a treinadora volte a trabalhar com a compatriota Garbiñe Muguruza. Além da Fed Cup, Muguruza e Martinez trabalharam juntas em duas oportunidades, na primeira delas e tenista ergueu o troféu de Wimbledon em 2017 e na segunda, em fevereiro de 2018, Conchita substituiu Sam Sumyk, então treinador da espanhola, durante a gira-norte-americana.

Conchita Martinez já vem sendo cotada para trabalhar com Muguruza desde agosto, quanto oficializou o fim da parceria de mais de três anos com o francês Sam Sumyk.