X

Kvitova questiona se lesão não foi agravada por jogar Wimbledon

Terça, 13 de agosto 2019 às 19:50:00 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Preparada parra retornar às quadras pela primeira vez desde Wimbledon, a tcheca Petra Kvitova disse estar recuperada de uma lesão no antebraço e que apesar das dores, tem trabalhado no dia a dia em Cincinnati para enfrentar a grega Maria Sakkari.



"Eu tive uma fissura no meu antebraço e já está bem curado, mas algo em volta disto está mal. Talvez a cicatriz no músculo esteja fazendo algumas coisas ruins. Às vezes está ficando inchado e sinto dor.', iniciou sua fala a tcheca em conversa com os jornalistas.

"Após Wimbledon fiquei sem treinar por 10 dias e voltei a treinar e estava inchado como uma bola de tênis", seguiu.

“Desde que estou aqui, treinei uma hora por dia. Eu realmente tenho que cuidar disso. Eu não sei o que vai ser, então vamos ver no dia a dia”, destacou Kvitova. 

A tenista bicampeã em Wimbledon garante que está bem, pontuou que nada "pode ser pior" que uma lesão e que agora ela tem dado do tempo necessário para tal. A tenista e sua equipe ainda buscam encontrar a razão da lesão: "Nós pensamos que poderia estar ligado à minha lesão na mão. As cicatrizes nos dedos e na mão não estão realmente 100%. Talvez, eu esteja segurando a raquete um pouco diferente. Talvez seja por isso que a fissura aconteceu, especialmente no saibro com as bolas pesadas, com mais top spin do que estou jogando normalmente. Desde então, é provavelmente tudo por causa dessa lesão", concluiu.

Por fim a tcheca refletiu sobre como poderia ter evitado a lesão: "Eu não tenho certeza se eu comecei cedo demais, talvez eu devesse pular Wimbledon e ter uma semana a mais. Mas meu coração iria chorar se eu não jogasse Wimbledon."

"Eu estou tentando voltar a como eu joguei antes. Não é muito fácil, para ser honesto. Eu não tenho certeza se é a mente ou o medo que eu vou sentir isso de novo. Eu não tenho certeza Eu sinto que esqueci como tocar um pouco no forehand. Isso não é ótimo. "