X

Roig: 'Nadal chegará em boas condições em Roland Garros'

Terça, 14 de maio 2019 às 12:17:10 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Em entrevista à Radio Marca, o treinador do espanhol Rafael Nadal, Francisco Roig, comentou a participação do pupilo até o momento na temporada de saibro europeia e no que esperar para a disputa no Masters de Roma e em Roland Garros.



Comentando a participação em Madri, Roig comentou: "Ninguém gosta de perder, muito menos Rafa. Claro que ele ficou incomodado. Contra [Stan] Wawrinka jogou em grande nível, mas não pode fazer o mesmo contra [Stefanos] Tsitsipas. Ele é um tenista que se você se deixa ser atacado, ele faz muito bem. Mas foi bom ver Rafa incomodado, porque é um sinal que tem ambição".

Segundo o treinador, apesar de ter se preparado e se sentido bem antes do jogo diante de Tsitsipas, Nadal conseguiu se impor diante do grego que jogou mais dentro de quadra e isso fez a diferença.

Vendo o pupilo chegar à Roma sem um título no ano conquistado no saibro pela primeira vez em 14 anos, Roig vê evolução no jogo de Nadal: "Em Madrid ele sacou melhor, sobre tudo o segundo saque, com mais velocidade. Aqui em Roma temos dado ênfase no forehand. Rafa tem evoluído, já não é tão físico, movimenta os rivais e isto é ponto chave para seguir lutando por Grand Slams", analisou.

A opinião de Roig é oposta a dos críticos do espanhol, pois o treinador vê sua performance como importante para chegar brigando por Roland Garros, mais uma vez. "Tudo isto faz com que se valorize tudo o que ele conquistou nos últimos 15 anos. Em Madri, ano passado perdeu de Thiem e assim chegou em Roma e venceu o torneio para depois vencer Roland Garros. Ter vitórias nas costas ajuda muito, é preciso tirar o que há de positivo e chegar da melhor maneira em Paris", opinou.

O treinador foi confrontado com o fato do sérvio Novak Djokovic ter conseguido vencer em Madri e estar como favorito para a disputa na capital francesa. "É lógico que Djokovic é o número 1 e joga bem no saibro. É preciso ver em Roma. Vencer aqui não garante nada, a quadra em Roma é mais pequena que a de Roland Garros. Se Rafa ganhar o torneio, seria perfeito, mas acredito que dá igual e chegará em condições de fazer uma boa participação em Roland Garros", completou.