X

Harrison refuta acusações de racismo: 'Eu não disse aquilo'

Terça, 13 de fevereiro 2018 às 23:35:10 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

O norte-americano Ryan Harrison ganhou sua partida de duplas, ao lado do compatriota Steve Johnson, na disputa do ATP de Nova York, e falou publicamente sobre as acusações feitas por Donald Young de que lhe proferiu ofensas racistas na partida desta segunda-feira.



Leia Mais

ATP abre investigação em suposto caso de racismo de Harrison contra Young

Young acusa Harrisson de racismo durante partida em Nova York

Buscando demonstrar muita tranquilidade, Harrison assumiu o passado conturbado com muitos problemas com diferentes adversários, mas negou ter cometido racismo contra Young: "Sim, sim, eu já cometi meus erros, mas estas alegações são inverdades. Eu não disse aquilo. Estou desapontado que Donald tenha dito que eu disse [aquilo]. Eu não estou certo do porque ele disse isso. Eu o conheço há muito tempo. Mas eu sei o que eu disse. Eu jamais diria algo deste tipo. Isso não condiz com quem eu sou. Estou decepcionado que encontramos ódio nesse tipo de coisa".

O norte-americano relembrou que ele e Young não estavam sozinhos em quadra: "Ali estavam outros, o árbitro de cadeira, os boleirinhos, as pessoas por perto, todos que trabalhavam. Ninguém ouviu algo do tipo. Porque eu não disse. Tudo o que tenho que fazer é seguir sendo quem sou", prosseguiu ele.

Segundo Harrison, a partida desta segunda-feira não teve nada demais, "apenas dois jogadores muito competitivos lutando querendo vencer". Algumas vezes, ainda segundo o jogador, o clima esquenta, mas ele "jamais pensou que iria por este caminho" e voltou a insistir não saber o "porque" Young fez tal acusação.

"Tenho 100% de certeza de que não disse isso. Isso está muito claro na minha mente. Eu lembro palavra por palavra do que eu disse. Não foi aquilo. Por isso não estou preocupado com prova em vídeo", destacou ele voltando a dizer que tem certeza de que não ofendeu Young por veias raciais. "Estou feliz que a ATP está investigando e vão perceber que isso não é verdade. Estou certo de que nada será encontrado".
Ao ser perguntado sobre o que disse ao oponente de segunda, Harrison preferiu não dizer nenhuma palavra em específico: "Nós estávamos falando de jogos anteriores e daquele em específico. A conversa foi em baixo calão, falamos merda um pro outro, mas nada com conotação racial ou coisa do tipo. Falamos de tênis, jogos anteriores e esse em específico".