X

Australian Open lança campanha que promove igualdade e diversidade

Sexta, 12 de janeiro 2018 às 05:56:38 BRST

Link Curto: http://bit.ly/2mwNMkw

Tênis Profissional

O diretor do Australian Open, Craig Tiley, apresentou a ex-número 1 do mundo, Billie Jean King, como a 'Mulher do Ano' para o torneio e ao seu lado, empunhou a bandeira da diversidade e inclusão, no Grand Slam conhecido como o 'Happy Slam' [Slam Feliz!].



Um ano após o inicio da polêmica envolvendo a maior vencedora da história do tênis, Margareth Court, que ao posicionar-se contra o casamento gay proferiu uma série de frases preconceituosas e polêmicas, o Australian Open parece querer distanciar-se a imagem de seu grande nome.

Ao lado de King, que condenou a postura de Court e falou sobre igualdade entre homens e mulheres [saiba mais aqui], Tiley foi a voz do torneio e da posição da federação Australiana de Tênis (Tennis Australia) no lançamento da iniciativa #Open4All [Aberto para Todos em tradução literal], que consiste em uma série de eventos especiais para promover a equidade e igualdade no tênis.

"A Tennis Australia, junto com toda a família do tênis, orgulhosamente vive valores de igualdade, inclusão e diversidade", pontuou. "Se você empunha uma raque, não importa sua raça, gênero, habilidade, idade ou orientação sexual, você é bem vindo!", completou.

"Nós acreditamos que o esporte pode ser um grande veículo de mudança social, tanto aqui na Austrália como no mundo, e eu espero que o tema #Open4All deste Australian Open ajude a promover os valores da nossa organização e nosso esporte", discursou.

"Enquanto comunidade, temos que caminhar juntos, mas também entendemos que esta é uma viagem em progresso. Ainda não chegamos lá, mas estamos encorajados a chegar", finalizou.