X

Federer volta à final em Montreal após 10 anos e tenta fim de escrita

Sábado, 12 de agosto 2017 às 17:56:38 BRT

Link Curto: http://bit.ly/2vPZiNT

Tênis Profissional

O suíço Roger Federer, terceiro do ranking da ATP, está de volta à uma final do Masters do Canadá, em edição realizada em Montreal, após 10 anos, e vai tentar o fim de uma escrita negativa, a de nunca ter vencido em Montreal.



Leia Mais:

Federer alcança 45ª final de Masters e iguala Nadal

 

Para alcançar a final e buscar o tricampeonato do Masters canadense, Federer precisou de 1h18 para fechar o placar em 6/3 7/6 (5) contra o holandês Robin Haase, 52º da ATp, que jogava pela primeira vez na carreira uma semifinal de torneio Masters 1000. O suíço converteu nove aces, mesmo número do holandês, que cometeu 27 erros não-forçados contra 18 de Federer , que disparou 28 bolas vencedoras contra 17 de Haase.

Em um primeiro set  de inicio confuso, Federer confirmou seu game de zero e converteu a quebra de saque no segundo game, mas bobeou com forehand cruzado no terceiro game e viu Haase devolver a quebra no terceiro game. Foi aí que o suíço optou por cruzar bolas de devolução, conquistou nova quebra de saque no quarto game, abriu 4/1 no placar e foi administrando a vantagem.

Na segunda etapa, os dois tenistas foram confirmando seus games de saque sem serem ameaçados. Mais errático, Haase perdeu mais pontos em seus games de saque, mas nada que assustasse. A partida foi equilibrada e seguiu para o tiebreak

Ali, agressivo na devolução, Federer conquistou mini-quebra já no primeiro ponto, abriu 4/1 com uma segunda mini-quebra, mas cometeu dois erros com forehand, cedendo as duas mini-quebras para o holandês, que sacou firme e igualou. No décimo segundo ponto da disputa, Federer alongou a troca de bolas e contou com erro não-forçado de Haase para conquistar mini-quebra e fechara  aprtida.

Campeão do Masters do Canadá em 2004 e 2006, ambas em edições disputadas em Toronto, Federer busca seu primeiro título em disputa em Montreal, onde foi vice-campeão em 2007 perdendo para Novak Djokovic.  

Para reescrever sua história em Montreal, o suíço aguarda um jovem rival, que sai do confronto entre o alemão Alexander Zverev, de 20 anos, e o local Denis Shavopalov, de apenas 18 anos.

Terceiro maior vencedor de títulos do Masters 1000, Federer tentará seu 26º troféu e disputará sua 45ª final.