X

Federer é acusado de usar sua influência para mudar sistema do ranking

Quinta, 03 de dezembro 2020 às 18:57:21 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Dirk Hordoff, vice-presidente da federação alemã de tênis, acusou Roger Federer de utilizar sua influência no Conselho de Jogadores para se beneficiar com a mudança do sistema do ranking em virtude da pandemia do COVID-19.



Leia Mais:

Federer tem retorno da marca RF para venda

 

A Associação dos Tenistas Profissionais optou pelo método do ranking de 24 meses, dois anos, mais cedo este ano após a paralisação do circuito de março até agosto. Federer, que jogou apenas um torneio por lesão, o Australian Open, estaria fora do top 20 caso o sistema normal de 52 semanas permanecesse, e no momento se encontra no quinto lugar. 

"Roger Federer simplesmente mudou o método do ranking para se proteger. É irresponsável e simplesmente incorreto", disse Hordoff ao podcast Quiet Please do site Tennisnet.com.

"Na minha opinião, ele tira vantagem de sua posição no Conselho de Jogadores. Tem que ser diro que sem a mudança no sistema do anking, Federer não estaria nem no top 50", seguiu. 
Hordoff ainda criticou os pontos do ATP Finals terem se mantido: "Que o ATP Finals, que é o 19º torneio do ano, ficarão por dois anos ? Isso é perverso". 

Federer tem 6630 pontos, 2000 a mais que o russo Andrey Rublev mesmo com o jogador tendo vencido cinco torneios e 41 partidas em 2020. 

Em emails trocados com o Ubitennis, Hordoff destacou que não vê lógica sobre o Finals: "É muito estranho que o conselho de jogadores antes da final do ATP Finals comece a dar suporte a uma mudança de regra que esse evento conte duas vezes para o ranking. Especialmente com o Roger Federer e Rafael Nadal, dois participantes que são membros do Conselho de Jogadores. Não vejo nenhuma razão lógica para essa decisão e não posso ver eles repesentando a maioria dos jogadores". 

banner
banner