X

Federer: 'Não estou treinando, não vejo razão pra isso'

Quinta, 21 de maio 2020 às 15:50:00 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Ainda em repercussão ao papo entre o suíço Roger Federer e o eterno número 1 do Brasil, Gustavo Kuerten, antecipado pelo site Globo Esporte, o suíço contou que não se imagina jogando tênis profissional em estádios vazios.



"Numa visão minha, eu não consigo ver um estádio vazio. Eu não consigo. Eu espero que isso não aconteça. Mesmo que na maioria das vezes que estamos treinando não tenha ninguém, esteja tudo quieto, em silêncio. Para nós, é claro, é possível jogar sem nenhum torcedor. Mas, por outro lado, eu realmente espero que o circuito possa voltar como é normalmente. Que a gente possa esperar o tempo apropriado para voltar no modo normal de novo. Ao menos com um terço do estádio ou ele cheio pela metade. Mas, para mim, completamente vazio ao jogar em grandes torneios é muito difícil", revelou o suíço.

Federer ainda contou como tem sido o período de quarentena em casa com os quatro filhos na Basileia, na Suíça. "Nunca ficamos em casa mais do que cinco semanas desde minha última cirurgia em 2016. Esse é um ótimo momento para nós, como família, claro que às vezes deixamos uns aos outros malucos, como qualquer família (risos). Mas, honestamente, estamos saudáveis, nossos amigos e família não tiveram o vírus, o que é importante para a gente. E estamos indo bem apesar das circunstâncias (...) Eu não estou treinando no momento porque não vejo uma razão para isso para ser honesto. Eu estou feliz com meu corpo agora e ainda acredito que a volta do circuito está muito longe. E acho que é importante para minha cabeça nesse momento aproveitar essa parada depois de jogar tanto tênis. Eu não sinto tanto falta. Vou sentir, eventualmente, quando estiver próximo de voltar e tiver um objetivo pelo qual treinar. Eu vou estar super super motivado".

 

 

banner
banner